Teste o seu relógio biológico e saiba se chegou a hora de ser mãe

Bem, o seu relógio biológico deu em despertador e acode-lhe à ideia que são horas de ser mamã. Se acha que ainda é cedo, não deixe por isso de ler este artigo, porque quem sabe, ele não lhe vá tocar algumas campainhas no desejo de ser mãe.

O seu relógio biológico já despertou?

Antes de pensar em começar uma família com descendentes, faça a pergunta essencial.

Estou mesmo pronta para isto?

É que não se trata apenas de acariciar um bebé, como costumava fazer com o da vizinha de cima, mas sim de uma enorme alteração na sua vida, uma vez que são sempre as mulheres as mais afetadas, apesar da alteração de muitos hábitos (mas ainda não conseguimos arranjar maneira de os fazer partilhar a gravidez) e dos que a rodeiam.

Ao responder à questão faça-o de modo consciente. Não pense que o mundo precisa de si para aumentar a população mundial. Se realmente é o que deseja, tenha consciência de que se trata de uma decisão a não tomar de animo leve.

O que é ser mãe?

Ser mãe é algo de único que nos preenche a vida, mas também dá muito trabalho e preocupação, devido à enorme quantidade de energia, tarefas e mudanças que acarreta, e por outro lado é difícil devido aos erros que vai cometer, e vai mesmo, não tenha dúvidas, e que vão afetar aquele de que mais gosta – o seu filho.

Apesar de parecer à primeira vista que são as mulheres quem controla esta situação, eles também têm uma palavra a dizer. Ambos enfrentam questões como quem vai ficar a trabalhar, e muitas vezes a mãe tem de desistir do trabalho em detrimento da maternidade e o pai tem de desistir da paternidade em detrimento do trabalho.

Com toda a mística que envolve a maternidade, poucas pessoas têm uma ideia real do que é realmente ser mãe ou pai, antes de o serem realmente. No entanto, a educação de muitas mulheres continua a ser dirigida para a maternidade, mesmo de forma subliminar.

Estamos rodeadas de imagens e expectativas de ser mães, que passam pelas bonecas de criança aos anúncios da televisão.

Para além da questão que colocamos no início, seguem mais umas que pode responder como se de um teste à sua tendência maternal.

Depois é só analisar com atenção as respostas e lançar-se de cabeça nesse grande projeto, quer seja através da maternidade biológica, de adoção ou qualquer outra.

Teste agora, o seu relógio biológico:

  • Costuma passar tempo com crianças, e gosta da experiência?
  • O que é que gostou mais na sua infância? E o que gostou menos?
  • O que apreciou mais na educação que recebeu? E o que é que não correu bem?
  • O que acha que deve ser a maternidade/paternidade?
  • O que é que sentiu ao responder a estas questões?

Agora que se acha mais preparada para ser mamã, não se esqueça que na gravidez há regras a seguir. Vamos dar-lhe umas dicas para preparar a sua vida para o bebé que vem a caminho.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]