Amamentação: problemas frequentes

Durante a amamentação a mãe fica mais confiante de que conseguirá resolver a situação se:

  •  Tiver informação correta;
  • Seguir as orientações dadas;
  •  Mantiver a calma;
  •  For paciente;
  •  For persistente.

Ingurgitamento (encaroçamento)

  •  Antes de amamentar ou fazer a extração de leite, estimular o reflexo de saída do leite da seguinte forma:
  • Sempre que possível, é importante o bebé estar junto da mãe (contacto com a pele)
  • Pensar no bebé
  • Colocar água morna nas mamas (o uso de saco de água quente tem-se revelado bastante eficaz, ou tomar um duche morno nas mamas ou mergulhar a mama afetada numa taça com água quente e em simultâneo, fazer a massagem com movimentos circulares
  • Massajar a mama levemente, com movimentos circulares não no mamilo (pode ser usado um creme gordo, óleo de amêndoas doces ou manteiga de cacau, para facilitar a massagem) e após a aplicação, pentear a mama com os dedos (ou pente de permanente) da base em direção ao mamilo;
  • Massajar o pescoço e as costas (de cima para baixo, com os dois polegares ao longo da coluna em movimentos circulares) – pedir ajuda a alguém de confiança. Esta massagem ajuda a mãe a descontraír e estimula o reflexo de saída (ocitocina) do leite.
  • Se o bebé for capaz de mamar, deve ser alimentado frequentemente. Verificar a pega;

2 – Se o bebé não for capaz de mamar porque a mama está muito cheia/dura, o leite deve ser retirado manualmente ou com a bomba; Por vezes é apenas necessário retirar um pouco de leite até que a mama fique suficientemente macia para o bebé conseguir pegar. Por sistema não deve retirar o leite após a mamada, só se ficar muito incomodada.

3 – Depois da mamada, pode-se colocar água fria ou gelo na mama, para ajudar a reduzir o edema (inchaço), durante 10/15 minutos.

4 – Se o ingurgitamento resultar da descida do leite, pode ajudar se a reduzir ligeiramente a ingestão de líquidos (só durante aproximadamente 2 dias).

Mamilos doridos / com fissuras

  •  Corrija a pega. Os mamilos doridos são, na generalidade, consequência directa de uma má pega;
  • Antes de começar a dar de mamar deve ser estimulado o reflexo de saída do leite;
  • No final da mamada espremer um pouco de leite e aplicar nos mamilos e areolas;
  • Deixar os mamilos ao ar/sol o máximo de tempo possível;
    Apesar de normalmente não recomendarmos o uso de pomadas, por vezes, é necessário o uso de lanolina pura ou eventualmente outra pomada cicatrizante. Estes devem ser recomendados por pessoal especializado (aconselhe-se com uma das nossas voluntárias);
  • Se saír sangue dos mamilos, a mãe pode querer retirar o seu leite e dá-lo à colher ou com o copo até se sentir melhor.
  • Bloqueio dos ductos e mastite
  • Mamadas frequentes;
  • Verificar a pega;
  • Durante a mamada aplique um saco com água quente. Se possível, pedir a alguém para segurar o saco de água quente;
  • Começar a mamada pela mama não afetada, mas logo que o reflexo de ocitocina de ative (imagine o leite a fluir), mude de imediato para a mama afetada;
  • Massajar com a ponta de dois dedos no local do nódulo no sentido da saída do leite;
  • Ao amamentar a mãe deve mudar as posições de maneira a que o leite possa ser igualmente bem drenado em todos os quadrantes da mama. Ajuda a inclinar o corpo para o lado oposto do nódulo.
  • Se a amamentação for difícil, retirar o leite manualmente com frequência.

Recusar a mamar

  • Corrigir a pega;
  • Manter o bebé próximo; Manter bastante contacto pele-a-pele, não apenas durante as mamadas;
  • Dormir próximo do bebé;
  • Oferecer a mama sempre que sinta o reflexo de ocitocina ativo ou quando o bebé esteja a querer mamar. Alterar as posições. Não forçar o bebé de encontro à mama. Não se deve balançar a mama;
  • Tirar leite para a boca do bebé;
  • Alimentar o bebé com um copinho, colher, seringa ou conta-gotas. Sempre que possível alimentar o bebé com o leite da própria mãe.;
  • Evitar tetinas ou chuchas.
Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]