Nascimento: o dia mais feliz

Olá a todos. O dia 6 de Julho de 2004 foi o dia mais feliz da minha vida… Nasceu o Tomás.
Depois de uma gravidez que decorreu sem problemas mas com muita ansiedade e apreensão de “marinheiros de primeira viagem”, finalmente conhecemos o nosso “gordinho”, que nasceu sem problemas ao fim de um trabalho de parto de, pasmem-se, cinco horas.

O novo papá foi muito corajoso e assistiu a tudo, dando-me um apoio fabuloso durante todo o período do parto.

A fase mais complicada não foi, como eu receava, a do parto propriamente dito mas sim o 1º mês. O bebé comia de 2 em 2 horas, de noite e de dia!!! O cansaço era tanto já mal nos aguentamos em pé.

É precisamente por isto que escrevo estas linhas, para agradecer do fundo do coração a duas pessoas que foram os nossos anjos da guarda: os meus pais. Nunca irei esquecer o apoio que nos deram naqueles primeiros tempos e o apoio que nos continuam a dar com o netinho, que para além de ser o primeiro, é um rapagão lindo, divertido e muito mimocas.

Obrigada mãe e pai por tudo o que têm feito.

A todos os que possam ler estas linhas posso deixar algumas ideias:

Aos futuros papás: Tenham calma e tudo correrá bem.

Aos recém papás: Não tenham medo nem vergonha de pedir ajuda porque ela é necessária, essencialmente para a mamã que está desgastada fisica e psicologicamente. Não esqueçam que, de um momento para o outro, deixamos de ter o nosso bebezinho na barriga e passamos a te-lo cá fora, a chorar, a querer comer, a fazer birrinhas, etc.

Aos avós e futuros avós: Se tiverem possibilidades para isso, aproveitem ao máximo os vossos netos. Ajudando os vossos filhos, estão a interagir muito com os vossos netos e a compartilhar com eles experiências muito importantes.

Mais uma vez, obrigada aos meus queridos pais, por tudo.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]