Dermatite da fralda, saiba como proteger o seu bebé

Ter o “Rabinho Assado”  é um transtorno muito comum  para os  bebés durante o primeiro  ano de vida. A dermatite da fralda manifesta-se na forma de um eritema e normalmente atinge somente as áreas cobertas pela fralda, e zonas húmidas como as virilhas, zona genital, abdómen, no rabinho.

A dermatite é causada pelo contato constante que o bebé tem com as fezes, e a urina,  o que torna a pele mais vulnerável fatores irritativos e a agentes microbianos oportunista.

As causas da dermatite da fralda:

  • Para além da dermatite ser causada pelas fezes e a urina existem outras formas desta se desenvolver como:
  • Contato com bactérias ou fungos
  • Os detergentes
  • Uma gastroenterite

Se o seu bebé se coça energicamente, especialmente nas zonas pressionadas pelos elásticos, quando lhe faz a muda da fralda ou nota que a pele do seu filho está mais avermelhada, até mesmo irritada podendo por vezes até sangrar, são os primeiro sinais de que o seu filho está a desenvolver uma dermatite.

É necessário que contacte o seu médico para que este lhe sugira um tratamento e a medicação necessária a tomar para cuidar da saúde do seu bebé.

Como prevenir a dermatite da fralda:

  • Verifique regularmente o estado da fralda
  • Deixe a pele respirar, quanto mais tempo o bebé estiver sem fraldas melhor
  • Seque a pele com a ajuda de um tecido macio sem esfregar, especialmente nas pregas onde a humidade se concentra
  • Mantenha a higiene do bebé e não permita que esteja com a fralda suja com cocó mais do que uns minutos
  • Deverá utilizar um creme protetor á base do óxido de zinco
  • Evite usar Pó de talco
  • De noite é conveniente que o bebé use fraldas com um tamanho maior
  • É recomendável colocar-lhe uma boa camada de creme protetor sempre que mudar a fralda.

Protegendo as assaduras da pele do seu bebé,  este conseguirá ter um sono mas descansado e você também.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]