O Bonequinho de Pano

O bonequinho de pano andava muito aborrecido porque tinha acontecido  que a menina, sua dona, era um pouco maluquinha.

Chegava a casa e dizia:

– Bonequinho! Bonequinho! Vou-te vestir de menina.

E o bonequinho vestia:  uma saia e uma blusa  e trancinhas no cabelo..

– Ai que linda bonequinha! Ai que boneco tão belo !

Afinal, o que é que eu sou?  perguntava o bonequinho.
Sou menino, ou sou menina?
Sou rapaz ou rapariga?
Sou boneco ou sou boneca?

A menina não dizia e logo no outro dia era assim que ela falava:

– Bonequinho!  Bonequinho ! Vou-te vestir de rapaz.

E o bonequinho vestia:  a camisa e o calção e a menina dizia:

– Ai que lindo bonequinho eu tenho na minha mão…

E o boneco perguntava:
– Afinal o que é que eu sou ?
Sou menino ou sou menina?
Sou rapaz ou rapariga?
Sou boneco ou sou boneca ?

E a menina dizia:

– O que tu és não importa,  desde que saibas ser bom, levantar cedo da cama e ficar logo prontinho para fazer o teu trabalho.

– Mas eu não sei trabalhar. Sou muito pequenininho.

– Sabes. Cada um com o seu trabalho: o meu pai, a minha mãe  e eu que vou à escola  aprender e estudar.

– E eu, que sou um boneco onde vou trabalhar?

– O teu trabalho, boneco é ficares à minha espera para comigo brincar.

Classificação
A sua opinião
[Total: 2 Média: 2]