Ferrugem o raposinho companheiro

1472
Ferrugem o raposinho companheiro

Num lindo bosque vivia uma família de raposos, muito comilões e que estavam sempre preparando emboscadas para suas caças. Mas, nem todos eram assim! Ferrugem, o mais novinho, tinha bom coração.

Quando saiu do covil encontrou dois coelhinhos brincando, os quais, logo se assustaram, pois as raposas eram inimigos verdadeiros.

Aí, Ferrugem perguntou se também podia brincar. Mesmo temendo uma traição, os coelhinhos acreditaram na bondade do novo amiguinho e divertiram-se o dia todo.

E num determinado instante, a alegria foi deixada de lado, quando ouviram vozes bem perto dali.

Ferrugem, reconhecendo as vozes dos irmãos, rapidamente, escondeu seus amiguinhos dentro de um tronco oco e se colocou na frente, fingindo que estava dormindo.

Após ter sido chamado de preguiçoso por seus irmãos, os mesmos se afastaram. E os coelhinhos gritavam: — Estamos salvos! Estamos salvos!

Ao entardecer, quando todos estavam exaustos, na hora da despedida, Ferrugem
disse: — Não se afastem tanto de casa… Não confiem nunca num raposo!

No caminho de volta para casa, Ferrugem estava feliz e satisfeito, mesmo sabendo que seria castigado pela mãe, por não ter levado uma caça e pensou.

Mais vale uma amizade que o estômago cheio…

A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]

Escreva um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here