Guia da Gravidez

Um guia completo composto por Nancy Kohner e Penny Mares com imagens pormenorizadas, e outras bem divertidas, acerca da gestação e do parto

170
Guia da Gravidez

Se está grávida, este Guia da Gravidez é para si. Se não, bem nunca é demais aprender algumas coisas acerca de bebés e da gravidez, e sim, este livro também pode ser lido por eles.

Trata-se de um guia completo composto por Nancy Kohner e Penny Mares com imagens pormenorizadas, e outras bem divertidas, acerca da gestação e do parto, para além de algumas experiências pessoais recolhidas pelas autoras, que acompanham os vários capítulos.

Estar grávida já não significa enfrentar uma situação, por vezes nova, por vezes difícil, sozinha. Cada vez mais a mulher tem opções e acompanhamento para a gravidez, centrados em si e que proporcionam uma mais vasta e melhor informação.

Baseado em questões que podem ser colocadas por qualquer pessoa, para além de diferentes tipos de opinião que o casal pode ter de enfrentar e partilhar, este manual dá as respostas que sempre quis fazer e outras em que nunca pensou, como a razão porque trabalhar frente a um computador pode ser nocivo durante a gravidez.

O livro começa com a opção de ter um filho, aposta às condições socio-económicas dos pais. Num tempo em que as mulheres se têm de dividir entre donas-de-casa, esposas e trabalhadoras, a questão da maternidade coloca-se com algum receio.

São muitas as razões que levam a hesitar na altura de decidir: a carreira ou a possibilidade de desemprego, falta de dinheiro ou espaço, ou ainda as condições morais do mundo.

Ter um filho é um passo extremamente importante na vida de alguém e é preciso preparar-se para tal, quer seja através da gravidez ou através da adopção. Seguem-se indicações acerca da forma como encarar a gravidez do ponto de vista da saúde, com dicas sobre a alimentação, o que deve ou não fazer, e deixar de fumar está no topo da lista.

Para uma gravidez sem problemas é ainda essencial conhecer bem o seu corpo, quer da forma anatómica, quer aquilo que ele precisa, para aumentar a confiança em si mesma.

Para uma grávida, o melhor sentimento é o de sentir que dentro de si uma nova vida toma forma. O Guia da Gravidez dá-lhe informações, passo a passo, sobre o desenvolvimento do pequeno ser e das alterações porque vai passar. E é altura de começar a pensar no parto, o local onde quer vir a ter o seu filho, e hipóteses não faltam, desde a própria casa, ao parto na água ou o sistema hospitalar. Mas tenha sempre em atenção que as coisas podem não correr bem e que terá de planear o parto tendo em conta essas considerações.

Para se preparar para perceber um pouco mais daquela montanha de exames que o médico obstetra lhe recomenda, um capítulo explica-lhe tudo, desde os exames à urina às palpações abdominais, para que não sinta que o seu corpo lhe pertence menos e para que tenha oportunidade de colocar questões sobre o assunto.

Analisar os seus sentimentos, para apreciar por inteiro esta experiência, é fundamental nesta altura. Para isso, nada melhor que se sentar calmamente e expor todos os seus receios a alguém. Já agora fique a saber que muitas das diferenças de comportamento que nota são culpa das hormonas, umas produzidas por serem essenciais à gravidez e as outras já presentes no organismo mas que aumentam a sua produção, a progesterona e o estrogénio, responsáveis, por exemplo, pelo relaxamento das articulações pélvicas como forma de preparação para o parto.

Infelizmente, nem tudo é perfeito numa gravidez, e para tal surge um capítulo inteiramente dedicado aos problemas que podem surgir durante este período, como os sangramentos de gengivas, a falta de fôlego, as dores várias, e os problemas de infecções, além dos mais que conhecidos enjoos e vómitos, entre muitos outros, para que não entre em pânico julgando que aquilo só lhe acontece a si.

A preparação para o parto, com os diversos exercícios que pode realizar em conjunto com o seu parceiro, vai também ajudá-la a escolher as posições para o parto, que talvez não saiba mas também pode realizar sentada ou em pé, e o que deve preparar para o grande momento, desde o material para ter em casa à mala de hospital.

E agora o grande momento: o nascimento. Preparar-se para as contracções, a ruptura da bolsa de águas e ainda alguns problemas que podem surgir, são as questões apresentadas, a par com as diferentes formas de aliviar a dor e de auxílio ao parto, como a extracção a vácuo e a cesariana. E por fim vai poder abraçar o seu filho.

No final, uma útil listagem de instituições de apoio e planeamento familiar, instituições médicas privadas e uma secção sobre a legislação portuguesa de protecção à maternidade e paternidade, com os prazos de licenças e os subsídios respectivos, entre outras informações.

Predisponha-se a abraçar esta experiência muito especial com a ajuda deste livro, mas não se esqueça que muitas vão ser as experiências que outras mulheres vão partilhar consigo e a mezinhas seculares que lhe vão ensinar.

Cabe-lhe apenas a si a decisão.

A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]