Como montar o quarto do bebé confortável e seguro

A espera é longa, um novo habitante está prestes a chegar à sua casa. Chegou o momento de começar a montar o quarto do bebé, tenha em atenção o seu conforto, mas sobretudo verifique minusiosamente os diversos pontos de falha na segurança da sua casa.

E enquanto espera, o melhor mesmo é preparar a casa para receber um habitante muito especial. Normalmente a primeira coisa em que se pensa é no espaço e na necessidade de adquirir uma enorme quantidade de objetos e roupinhas para o recém-chegado. E por vezes uma questão bastante importante é colocada um pouco de parte: a segurança. É preciso que tudo esteja em condições para evitar acidentes.

Como montar o quarto do bebé

A escolha da divisão da casa

Analisar a casa do ponto de vista deste novo habitante, elaborando uma lista dos locais mais perigosos, assim como de hábitos e costumes que deve ter de mudar, para lhe proporcionar uma vida saudável e segura é uma regra de ouro a ser seguida por todos os futuros pais.

Comecemos pelo quarto da criança tendo em conta que este deveria poder obedecer aos critérios da criança em crescimento, mas tal nem sempre é possível. O quarto deveria ser grande para permitir uma decoração simples que se adapte ao seu crescimento e ao acumular de todos os seus objetos e para lhe permitir um espaço livre para se movimentar à vontade.

O quarto não deverá ficar perto de zonas perigosas da casa como a cozinha, a casa-de-banho e escadas interiores para evitar acidentes motivados por uma distração dos pais, mas não deverá ficar muito afastado para que a criança não se sinta isolada do resto da família.

O problema da poluição e do ruído também tem de ser tomado em conta, porque a criança sofre muito mais com o excesso de poluição do ar ou com o constante ruído. Se puder escolher, opte por um quarto virado para um pátio interior.

Escolher o soalho do quarto do bebé

Depois da escolha da divisão da casa para montar o quarto do bebé, deve ter em conta ainda outros aspectos como o tipo de soalho, de preferência de madeira de boa qualidade e que não se lasque com facilidade ou se levante em determinados locais. Tenha em atenção também o tipo de tratamento a que o soalho foi submetido porque alguns podem emitir vapores tóxicos mesmo meses depois da sua aplicação.

A tijoleira ou o mármore são uma boa opção, embora sejam muito frios para uma criança se sentar para brincar. Resolva o problema com uma carpete que não seja de pelo alto, que acumulam sujidade e ácaros. As muito finas também não são aconselháveis porque podem partir com o uso. O ideal são as fabricadas em fibras naturais, sem franjas e com costuras reforçadas para não esgaçarem.

O tapete certo

O mais importante ao adquirir uma carpete para o quarto da criança é que este seja anti-inflamável (carpete da classe I) e que não atraia eletricidade estática, como as de lã. Deixe a colocação a cargo de profissionais para evitar que a carpete fique com folgas ou dobras que podem vir a revelar-se obstáculos perigosos para a criança.

A cama do bebé

Na cama do bebé não deve colocar nenhuma almofada ou brinquedos grandes, pelo menos até aos dois anos de idade para evitar a sufocação ou que ele os use como degraus para sair do berço. O colchão deve ser colocado na posição mais baixa até o bebé conseguir colocar-se em pé.

Aquecimento do quarto

Se o quarto possui radiador, cubra-o com uma toalha e arrume os brinquedos num móvel baixo, tendo em conta que este deve ter os cantos arredondados. Nunca prenda os brinquedos ao berço com cordas porque estas podem enrolar-se no pescoço da criança.

Atenção ás janelas

Ao montar o quarto do bebé deve ter uma especial atenção ás janelas a que deve aplicar fechos de segurança para que apenas se abram parcialmente e as janelas basculantes devem ser apenas abertas em cima.

Acabou de montar o quarto do bebé, o espaço mais importante para o seu filho, será onde ele irá passar muito do seu tempo, seguindo as regras de segurança básicas.

A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]