Segurar o meu filho compensou tudo pelo que passei…

Sempre sonhei ter filhos, mas ao mesmo tempo questionava-me se iria ser capaz… engravidei e a alegria foi geral, começando em mim e no pai, passando pelos avós, por tios e primos todos estavam ansiosos pela chegada do bebé.

Apesar de ser a minha 1ª gravidez, não posso dizer que estava muito apreensiva com a ideia da hora do parto, mas penso que tal como todas as mulheres na sua 1ª vez, só queria que tudo corresse bem e queria ter forças para ajudar o meu filho a nascer bem… a hora chegou e para meu espanto quando fiquei internada no hospital, já com algumas dores, até nem estava muito nervosa.

Com o passar das horas a ansiedade aumentava, queria que o meu filho nascesse logo para poder te-lo nos meus braços. Foi um parto demorado e um pouco difícil, mas queria dizer a todas as mamas que se encontram ainda à espera do 1º filhote e que de certa forma temem a hora do parto que apesar da demora e da dificuldade do parto, o que me deu forças foi pensar sempre que custasse o que custasse tudo pelo qual eu estava a passar iria ser esquecido e compensado a partir do momento em que pudesse segurar o meu filho e finalmente conhece-lo…aquele “ser” pequenito que até algum tempo atrás foi crescendo dentro de mim e que me chutava imenso!

Não temam porque vão ver que tal como eu, quando segurarem o vosso bebé pela 1ª vez, esquecem qualquer dor que tenha tido.
Um beijinho para todas as mamas!!!

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]