Terapia da fala: o que deve saber

933
Terapia da fala o que deve saber

A criança quer comunicar, mas não consegue traduzir em palavras o que pretende, e os pais começam a entrar em pânico e avançam para a terapia da fala, especialmente quando todos os amigos e vizinhos lhes dizem que “com aquela idade o meu já falava”

Antes de correr para o hospital, tente algumas técnicas com a criança. A família é muito importante para o desenvolvimento regular das capacidades comunicativas da criança e a linguagem é aprendida através da relação com os outros.

Os pais devem falar sempre com calma e moderação, quer entre eles, quer para com a criança, chame por ele várias vezes de forma a despertar-lhe a atenção. Cante-lhe canções de embalar, ria e sussurre-lhe ao ouvido palavras ternas, explique-lhe os ruídos para que os possa associar a imagens e diga-lhe o nome dos objetos que o rodeiam. Ao longo do dia, descreva o que vai fazendo, de forma a que ele possa seguir as suas ações e assimilá-las.

Para que não se assuste desde já se o seu bebé com quatro meses ainda não começou a dizer papá e mamã, aqui ficam alguns pontos de referência da linguagem dos mais novos: aos quatro meses tem uma maior diversificação do choro, balbucios e chamamentos.

A partir dos seis meses já grita, palreia, ri e segue com o olhar os movimentos. É aos nove meses que a começa a dizer as primeiras palavras mas em forma de lalação como mamama, papapa, etc.

E então a grande alegria de todos os pais, a primeira palavra, aos 12 meses, uma altura para andar sempre com a máquina de filmar se quiser recordar para sempre esse momento.

Aos 2 anos as frases já são mais estruturadas, sabe dizer o que quer e surgem as primeiras frases. Com três anos começa a usar palavras maiores e os pronomes, e aos quatro já se exprime corretamente sobre o que pensa e percebe o que desejam dele.

No caso das perturbações continuarem, a opção é consultar um terapeuta da fala. Este vai poder ajudá-la e à criança nas perturbações da fala e da linguagem, nas perturbações relacionadas com as funções auditivas e visuais, problemas de aprendizagem e perturbações fisiológicas de respiração, voz e deglutição. É ao terapeuta que cabe a prevenção e tratamento dos problemas da fala.

A terapia da fala tem duas vertentes: a direta, através da terapia e reabilitação e indireta, com a intervenção precoce, a orientação e aconselhamento aos pais. A intervenção da terapia tem como objectivo proporcionar ao paciente a completa integração nos mecanismos da linguagem. A terapia da fala auxilia e complementa a intervenção médica.

A ter em atenção que os problemas da fala podem aparecer a qualquer idade, como consequência de um desenvolvimento errado ou adquiridas. Apenas com o despiste se pode prevenir o problema, por isso fale com o pediatra acerca do assunto antes de iniciar uma terapia da fala.

A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]

Escreva um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here