O casal e a criança

144
O casal e a criança

Aldo Naouri é um pediatra e especialista em relações intrafamiliares, que trás até nós um retrato do carácter evolutivo e “tribal” da educação.

Neste livro, escrito de uma forma atraente e que capta a atenção do leitor desde a primeira página, o autor descreve as formas de educação das crianças e as relações que advém dos diferentes comportamentos educativos.

“O casal e a criança” é um testemunho do autor, que relata as suas experiências (à semelhança do que acontece com as outras suas obras) e que ao mesmo tempo vai introduzindo factores históricos na narrativa.

Outro dos pontos que desperta a curiosidade do leitor são as abordagens a outras formas de educar das diferentes civilizações actuais e que continuam a ser tão diferentes das chamadas civilizadas como o eram milénios atrás.

E o que mudou acerca da educação dos filhos nos nossos dias e na nossa civilização ocidental? A resposta está numa conversa que uma mãe teve com o autor no seu consultório, e que é o protótipo da “armadilha da devoção parental” que parece grassar cada vez mais entre os pais e as crianças.

“Elas (as mães) estão aos pés dos filhos, aos seus pés! E torno-me ovelha se me quiseres ovelha e couve se me queres couve. Estão extasiadas de admiração e tratam-nos como se cada um fosse a única maravilha do mundo.(…) O importante da vida é fazer do bebé um homem ou uma mulher, e essas senhoras não parecem saber que isso é uma coisa muito diferente.”

O autor não se limita a exemplos mas apresenta definições precisas sobre os tipos de mães, casais e de filhos com se deparou ao longo dos anos de pediatra, classificando-os, sem no entanto limitar essas classificações a meros números, mas compreendendo as razões para essas actuações e formas de encarar as experiências.

Se deseja conhecer um pouco mais acerca das relações sempre tão difíceis entre estas gerações, ou se pretende apenas instruir-se, qual marciano que pretende conhecer este mundo tão complicado das relações, este é o livro ideal, editado pela Pergaminho.

A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]

Escreva um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here