O medo da separação da mãe á porta do infantário

Muitas crianças enfrentam o infantário com alegria e prazer, porque ali encontram novos amigos e podem brincar mais à vontade. Outras, porém, enfrentam mal o medo da separação da mãe ou do pai.

O medo da separação da mãe

É preciso transmitir-lhe um sentimento de calma e segurança, especialmente nos primeiros dias. Despeça-se sempre do seu filho, mesmo que ele chore, porque se não o fizer, a criança pode ficar ainda mais assustada e angustiada com o seu desaparecimento.

Não choramingue apenas por o ver chorar. Assim que entrar para o espaço do infantário depressa vai secar as lágrimas, mas se a vir a si fazer o mesmo, a angústia vai prevalecer.

Nos primeiros dias é também importante que o vá buscar mais cedo ao infantário, de forma a que ele não pense que ficou esquecido. Uma criança pode ficar abalada se começar a ver todos os outros meninos a abalar com as suas mães e ele ficar sozinho.

Também não deve falar de coisas interessantes que aconteceram em casa quando ele não estava presente, porque isso o pode deprimir e fazer com que não queira voltar no dia seguinte.

Acima de tudo é necessário ter calma e demonstrar confiança, e transmitir essa imagem à criança no momento da separação da mãe á porta do jardim de infância.

A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]