Exames médicos das mulheres, um aliado na prevenção da doença

As mulheres são vítimas de muitas doenças que, se não forem previamente diagnosticadas, podem causar graves problemas. Os exames médicos periódicos são essenciais.

As mulheres precisam sistematicamente serem examinadas pelo seu médico. É fundamental as deslocações periódicas ao médico e os exames, apropriados à idade de cada mulher, de maneira a descobrir se surgiu algum problema interno, caso o mesmo não se manifeste exteriormente. O ideal é que as doenças sejam antecipadamente diagnosticadas para se passar de imediato ao tratamento.

Da diversidade de exames existentes há alguns que são obrigatórios e essenciais. Um desses exames é o Ultra Som Pélvico, que tem como objectivo diagnosticar possíveis tumores no útero, trompas e ovários. Mas, o Ultra Som da Mama é igualmente importante, com o intuito de descobrir nódulos nos seios. Este é um tipo de exame que deve ser feito de dois em dois anos, após a indicação do seu médico.

O Papanicolau é outro dos tais exames com os quais se deve preocupar. Utilizado para detetar o possível desenvolvimento de cancro, este é o tipo de exame que se procede a partir de uma raspagem das células do colo do útero.

O Papanicolau deve ser começado a realizar, logo após dar início à sua vida sexual e, até cerca do 60 anos, convém fazê-lo anualmente. Após esta data, basta realizá-lo de três em três anos.

Efectuar umas análises também é algo sempre útil, em especial se as mesmas tiverem como principal incidência descobrir possíveis distúrbios hormonais, colesterol em excesso ou diabetes. Quando ultrapassar os trinta anos, opte por fazer exames anualmente às fezes e ao sangue.

A auto- exame mamário é habitualmente recomendada a mulheres com idade superior a 40 anos, de três em três anos, e depois dos 60 a realização da Mamografia deve ser de dois em dois anos. Ainda que realize muitas vezes exames aos seios com as mãos, há sempre pequenos grãos que não consegue sentir e, com este exame, garantirá o tratamento de possíveis nódulos no peito.

Para diagnosticar os riscos de aparecimento de Osteoporose, desgaste da camada óssea, a Densitometria Óssea é o melhor exame para esse efeito. Se na sua família já diagnosticou casos deste género, convém realizar este exame logo após a menopausa e depois passar a fazê-lo de cinco em cinco anos. Caso a Osteoporose se desenvolva, pode correr o risco de mais tarde ter graves problemas nas vértebras da coluna e no colo do fémur.

Todos este exames médicos são essenciais, mas na base de todos eles está um simples exame ginecológico que, infelizmente, nem todas as mulheres realizam. Este é o primeiro exame de todos eles, e que deve ser realizado desde que seja pela primeira vez menstruada e, após a sua primeira relação sexual. Deve ser realizado de seis em seis meses, antes e depois da menopausa com a mesma frequência.

O médico terá em conta o tamanho do útero, condições dos ovários e das trompas, secreções vaginais e ser-lhe-á efetuado um pequeno exame médico aos seios.

Estes exames médicos são, todos eles, de extrema importância e em nenhuma circunstância os deve ignorar. O problema é que as doenças surgem sempre internamente e sem sintomas nenhuns. Quando estes se começam a manifestar já é, normalmente, tarde de mais e com raras possibilidades de cura. Não deixe chegar a situação a esse ponto e previna-se atempadamente.

A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]