Como escolher a cor e a mobília para um quarto de criança

Muito antes de ser mãe, deve seriamente começar a pensar onde irá ser lá em casa, o espaço reservado para o seu filho. Ainda que de início ele durma no seu quarto, é fundamental que vá logo pensando em escolher o espaço e a decoração para um quarto de criança. Por isso, deposite toda a imaginação possível nesse cantinho tão especial, que é só dele…

O espaço ideal para o quarto de criança

Em primeiro lugar escolha a área mais ampla, para que a criança possa ter em seu redor tudo aquilo a que tem direito. Tenha em conta as tomadas da corrente eléctrica, o aquecimento e o local das luzes de vigilância. Mesmo que goste muito de tapetes ou carpetes, não os deve colocar no quarto do seu filho, pois ele pode escorregar e magoar-se. O mesmo se passa com as alcatifas que deve evitar, por causa da propagação de ácaros e de sujidade.

Cores ideais para um quarto de criança

As cores são extremamente importantes na boa disposição e no estado psicológico das pessoas. Por isso, os bebés devem ter um quarto com cores suaves, para que se sintam num ambiente mais harmonioso e acolhedor. As cores como o azul bebé ou o cor de rosa, favorecem o espaço dando a ideia de que o mesmo é maior, tal como privilegiam o descanso.

Ainda que as crianças prefiram as cores vivas, estas contribuem para um excesso de nervosismo que depois pode ser prejudicial. Escolha padrões fortes, para que os bebés se possam distrair a observá-los, e embeleze o quarto com muitos enfeites e quadros, para conferir beleza ao ambiente. O quarto deve ter uma iluminação natural, mas se só for possível a iluminação artificial, escolha luzes moderadas e de preferência com regulador de intensidade.

Temperatura do quarto

A temperatura do quarto como da própria casa, deve rondar os 18 graus no Inverno e os 22 no Verão. Os sistemas de aquecimento devem ter termóstato e na época quente do Verão, recorra às cortinas grossas e aos toldos para manter um ambiente fresco.

Mobília para um quarto de criança

O quarto deve estar equipado com uma cama, uma cómoda ou armário para guardar a roupa, uma cadeira para a mãe amamentar o filho e, se possível também para embalar, e um local para colocar as coisas da higiene dele, como as fraldas.

A mobília do quarto deve ser pesada para que a criança não a possa remover quando for mais crescida, e não deve conter farpas ou lascas, especialmente se for comprada em segunda mão. Aliás, se optar por estas mobílias já usadas, observe bem o seu estado e a existência de tóxicos ou chumbo, na tinta ou verniz.

A alcofa para o bebé

Quando o seu filho ainda é bebé, e se optar por colocá-lo numa alcofa, esta deve ter bordos altos e acolchoados, com um fundo rígido e com muito espaço para a criança se mover.

A alcofa só deve ser usada enquanto o bebé, ainda não é capaz de se mover. Quanto já se conseguir movimentar, deve levá-lo para o berço até cerca dos 3 ou 4 anos. Porém, é necessário ter em atenção certas características: a distância entre as grades deve ser entre os 10 e os 12 cm e as laterais devem ter cerca de 60 cm. O estrado deve ter um plano rígido, sendo aconselhável ser de tábuas de madeira ou de látex.

O quarto será o espaço no qual o seu filho, vai passar muito tempo logo no início da sua vida.

Portanto, as recordações devem ser as melhores e todas elas passam pelo aquecimento, decoração, mobília mas acima de tudo, pelo ambiente criado em seu redor. A presença da mãe e do pai, será o elemento final para que estes primeiros tempos, sejam os mais perfeitos possíveis…

A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]