Os amigos de infância, a importância da amizade

A importância dos amigos começa logo desde pequeninos.

Os amigos são tudo na vida. Houve mesmo alguém que um dia disse ‘preferir manter um amigo eternamente a um namorado’. E, a importância dos amigos começa logo desde pequeninos.

Amigos de Infância

Por volta dos primeiros anos de idade, as crianças começam a estabelecer relações de amizade. Conhecem-se entre eles, brincam juntos, entendem-se mutuamente, mesmo quando os pais estão de boca aberta a olhar para eles, sem entender nada do que dizem.

Estabelecem amizades e tentam conservá-las. Muitas delas chegam a durar uma vida inteira, resistentes às direções opostas que as vidas, por vezes, seguem.

Habitualmente, passam dias ou tardes inteiras a brincarem na casa do amiguinho. Por lá se divertem e por lá lancham, quase como se estivessem em sua casa. Quando o pai ou a mãe os vão buscar, lá estão eles a transpirar bastante, cheios de alegria e com vontade de brincar mais umas horinhas. A euforia é grande e parece inacabável, exceptuando o facto de terem que vir para casa.

Os pais não compreendem tamanhas amizades. Acham que é um exagero, e que não há necessidade de estarem sistematicamente a brincar com os seus amigos. Mas, nesta altura, entre os 3 e os 5 anos, pertencer a um grupinho de amigos é fundamental para que se sintam felizes.

Seguros de que são compreendidos pelos seus semelhantes e que se divertem bastante com eles, as crianças ficam radiantes quando vão para a casa de um amiguinho ou quando recebem algum lá por casa.

A casa pronta para receber os amigos

Se costuma receber muitos amigos do seu filho em casa, convém ter sempre a despensa e o frigorífico cheio de coisas boas para eles devorarem. Compre sumos, bolinhos, pão, e fiambre ou queijo. Mas, também não deve esquecer o leite ou até mesmo uma salada de frutas bem recheada, para não lhe estar só a dar coisas muito doces.

Deixe-os comer à vontade e divertirem-se muito à mesa com os seus risinhos e brincadeiras. Em breve verá que se lembram de uma nova brincadeira e que abandonam a mesa, com a mesma impulsividade com que se apoderaram dela.

Há ligações muito fortes entre as crianças. Não ache de modo algum estranho, o facto de o seu filho ter tantos amigos e de ser convidado tantas vezes para lanchar. Esquisito será se ele estiver sempre em casa, sem amigos para brincar ou para se divertir.

Este isolamento só irá revelar que algo se passa com ele, e que possivelmente tem uma grande dificuldade de comunicação com as restantes crianças. Investigue o que se passa com ele, mas sem nunca o obrigar a nada.

A amizade aos 3, 4 e 5 anos pode ser muito bela e pura. Acabam por conhecer os gostos de cada um, os seus receios e as suas necessidades. A união entre eles é de tal ordem, que se a amizade prosseguir por muitos anos será bastante sólida.

O grupo de amigos

O grupo de amigos é de facto algo muito importante para eles, sem o qual não conseguem viver, ou pelo menos não têm o mesmo indice de alegria correspondente.

Assim, convide os amigos do seu filho para irem lá a casa, prepare-lhes verdadeiras iguarias, deixe-os brincar à vontade, dê-lhe prendinhas e aproveite você também para dar sugestões de brincadeiras. Você não quer ser a melhor mãe do mundo? Então, vamos a isso….

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]