Dudo, um elefante diferente

5249
Dudo, um elefante diferente
Dudo, um elefante diferente

Era uma vez uma manada de elefantes. Elefantes novos, elefantes velhos, elefantes altos, magros ou gordos. Elefantes assim, elefantes assado,todos diferentes, mas todos felizes e todos da mesma cor.
Todos, quer dizer,menos o Dudo.

O Dudo era diferente. O Dudo era aos quadrados.O Dudo era amarelo e cor de laranja e encarnado e cor-de-rosa e roxo e azul e verde e preto e branco. O Dudo não era cor de elefante.

Era o Dudo que mantinha os elefantes felizes. Às vezes era ele que pregava partidas aos outros elefantes, às vezes eram eles que lhe pregavam partidas. Mas quando havia um sorriso, mesmo pequenino, normalmente era o Dudo que o tinha causado.

Mas um dia fica farto de ser diferente e lembra-se de se pintar de cinzento como os outros elefantes. Para isso usou uns frutos de um arbusto. Ficou mesmo igual a um elefante normal. E ninguém o reconheceu. Nem mesmo os outros elefantes da sua manada.

Mas o Dudo não aguentou e um dia gritou bem alto “BUUUUUUU”. Primeiro todos os elefantes assustaram-se mas começou a chover e o Dudo ficou da cor de Dudo. Os elefantes desataram-se a rir. .

“Oh Dudo”, ofegou um velho elefante. “Já tens pregado boas partidas, mas esta foi a melhor de todas. Não levaste muito a mostrar as tuas verdadeiras cores.”

“Temos de comemorar este dia todos os anos”, disse outro. “Vai ser o dia do Dudo. Todos os elefantes vão ter de se pintar e o Dudo vai-se pintar de cor de elefante.”

E é isto mesmo que os elefantes fazem. Num certo dia do ano, pintam-se todos e desfilam. Nesse dia, se vires um elefante com a cor vulgar de um elefante, já sabes que deve ser o Dudo.

A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]

Escreva um comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here