Estudo: sorriso do bebé é droga natural para a mãe

353

Um estudo conduzido por investigadores americanos sugere que o sorriso de um bebé pode provocar na mãe uma reação de prazer semelhante à que se obtém com o uso de drogas.

A equipa de especialistas, do Texa’s Children Hospital, realizou uma experiência com 28 mães de primeira viagem, cujos filhos tinham entre 5 e 10 meses de idade.

As mães voluntárias foram submetidas a exames de ressonância magnética enquanto olhavam para fotografias dos seus próprios filhos e de crianças desconhecidas.

Algumas fotos mostravam as crianças a sorrir, enquanto outras revelavam expressões neutras ou de tristeza.

O exame mostrava o fluxo sanguíneo nos cérebros das mães e as áreas cerebrais mais activas à medida que elas olhavam para as fotos.

Os investigadores verificaram que as mães ao verem imagens dos seus filhos a sorrir, áreas do cérebro associadas à recompensa e ao prazer ficaram “ligadas” ao mesmo tempo em que observaram o aumento da produção da substância química dopamina.

A dopamina estimula o sistema nervoso central, produzindo adrenalina, e está por detrás da dependência por jogo, álcool e drogas.

Isto pode significar que ver o sorriso do próprio filho pode ser uma espécie de onda natural para as mães.

A força da reação cerebral variava com a expressão facial dos bebés.

Os investigadores verificaram maior actividade cerebral quando as mães viam as fotos de seus filhos a sorrir. Ao ver expressões de tristeza nos seus bebés a reação do cérebro era bem menor.

Os investigadores observaram, também, poucas diferenças entre as actividades cerebrais das mães quando viam fotos de seus bebés a  chorar e as suas reações ao ver imagens de crianças desconhecidas a chorar.

Os especialistas afirmam que o estudo, divulgado na publicação científica Pediatrics, pode explicar a forte ligação entre mães e filhos.

   

A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]