Hemorragia nasal ou Epistaxis

O termo médico para o sangramento nasal ou hemorragia nasal é Epistaxis e é uma situação muito comum nas crianças. Geralmente não é preocupante. Trata-se, geralmente, de uma irritação na área de Kiesselbach (uma parte do septo nasal muito vascularizada e  sujeita a pequenos traumas com muita facilidade, bastando por vezes meter o dedo no nariz ou assoar-se com mais força para desencadear a hemorragia). No entanto, pode ter outras origens, como um desvio do septo nasal, problemas inflamatórios como por exemplo as constipações, a rinite, outras doenças ou até pequenos tumores, pelo que se os episódios ocorrerem com muita frequência convém informar o pediatra, para que seja efetuado um rastreio.

Geralmente não é preocupante. Trata-se, geralmente, de uma irritação na área de Kiesselbach (uma parte do septo nasal muito vascularizada e sujeita sujeita a pequenos traumas com muita facilidade, bastando por vezes meter o dedo no nariz ou assoar-se com mais força para desencadear a hemorragia). No entanto, pode ter outras origens, como um desvio do septo nasal, problemas inflamatórios como por exemplo as constipações, a rinite, outras doenças ou até pequenos tumores, pelo que se os episódios ocorrerem com muita frequência convém informar o pediatra, para que seja efectuado um rastreio.

Causas externas para a ocorrência de uma hemorragia

Durante as estações mais frias podem surgir devido a um ambiente interior demasiado climatizado com ar quente e seco, pelo que há que ter cuidado e não abusar do ar condicionado, dos ventiladores… Este ambiente propicia o aparecimento de fissuras na delicada mucosa nasal que pode começar a sangrar. Assim como o fumo do tabaco se pode tornar irritante e desencadear uma hemorragia nasal.
Convém referir, que muitas vezes as crianças ao brincarem podem magoar-se, bastando uma pancada mais forte na face ou no nariz para que se inicie de imediato um processo imediato de sangramento.

Como atuar perante uma hemorragia nasal

A primeira medida é sentar a criança com a cabeça direita ou ligeiramente inclinada para a frente. Limpar o nariz e o rosto com uma toalha húmida e depois, com o dedo, exercer alguma pressão sobre a narina afetada durante uns cinco minutos. Se não for suficiente, pedir à criança que se assoe com suavidade, só para expulsar o sangue que possa estar a obstruir a narina (ou as duas, se for caso disso) com um pouco de algodão seco ou embebido em água oxigenada, continuando a exercer pressão sobre a aba mais alguns minutos.  Também pode aplicar compressas frias (ou gelo) também poderá ajudar a diminuir o fluxo sanguíneo.

Nas crianças pequenas, a hemorragia raramente é muito abundante, mas se estes procedimentos não forem suficientes e as narinas continuarem a sangrar após 10 ou 15 minutos de tentativas de estancamento, será necessário levar a criança a uma urgência pediátrica, para inspecionar o nariz e controlar o vaso afetado através de outras medidas, o método mais habitual é a  cauterização.

Como prevenir a hemorragia nasal

Desde muito cedo que se deve ensinar as crianças a não introduzirem os dedos nem qualquer outro objeto no nariz e a assoarem-se com delicadeza. Evitar fumar perto das crianças, tanto em ambientes fechados como ao ar livre.  No Inverno, use um humidificador sempre que utilizar climatização para  aquecer e secar o ar.

Classificação
A sua opinião
[Total: 0 Média: 0]