A introdução do sal na alimentação do bebé

Saiba quando deve introduzir o sal na alimentação do bebé. Está mais do que comprovado que o sal em excesso faz mal à saúde, aumentando a pressão arterial. Os recém-nascidos detectam o sabor a sal nos alimentos, o que não lhes agrada muito.

O sal na alimentação do bebé

Apenas aos seis meses, altura em que o sentido do paladar se modifica, passam a apreciar o sabor e adaptam-se à quantidade de sal que a comida apresenta. Se tem mão pesada para o sal, a criança vai adaptar-se a uma alimentação salgada, com os prejuízos sobejamente conhecidos para a saúde.

Não precisa de retirar todo o sal do prato porque em pequenas doses é necessário para a saúde, uma vez que é composto por sódio e cloreto, fundamentais para o bom funcionamento do organismo, mantendo o equilíbrio da água nos tecidos do corpo. Em países quentes, é quase indispensável uma ingestão regular de sal, porque o organismo perde sais minerais que este tempero ajudo a repor.

Introdução do sal na alimentação

Até aos seis meses, não necessita de incluir o sal na dieta do bebé, uma vez que o leite materno conta na sua composição com sódio, mas se este está a ser alimentado com leite de vaca, deverá aumentar a ingestão de produtos ricos em sódio.

O sal é um tempero utilizado para acentuar o gosto dos pratos, mas não deve ser o gosto principal do que cozinha.

Leia mais sobre a introdução de novos alimentos na alimentação do bebé e como deve alimentar o seu filho de uma forma saudável, para ter um bom desenvolvimento:

 

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]