5 grandes dúvidas dos pais sobre nutrição infantil

Selecionamos algumas das grandes questões que os pais costumam colocar aos pediatras sobre a nutrição infantil. Conheça as respostas.

Nutrição infantil

Quais são os objectivos da alimentação versus nutrição infantil?

Cobrir as necessidades basais, assegurar a energia e nutrimentos que exige o crescimento, evitar tanto as carências como os excessos. A adequação feita à alimentação do lactente, com destaque para o período desde o nascimento até ao final do 1º ano de vida, em que deverá respeitar a individualidade do bebé e a dualidade bebé – mãe.

O que é o período lácteo?

Estimado entre os primeiros 4-6 meses de vida, é caracterizado por ser o leite o único alimento, seja materno ou, na sua falta, o leite artificial de fórmula adaptada ou para lactentes. Neste período, o lactente é capaz de sucção e deglutição, mas ainda não desenvolveu a capacidade de digerir certas proteínas ou suportar cargas osmolares excessivas a nível renal;

O que é o período de transição?

É o período da diversificação alimentar progressiva, do 4º ao 6º mês em diante, em que se vão introduzindo com prudência alimentos não lácteos, preparados de forma adequada, em consistência e quantidade, para não alterar o ritmo de maturação digestiva e renal, e o progressivo desenvolvimento neuromuscular, o que permitirá ao “bebé” conhecer os alimentos, mastigar e distinguir sabores, assim como o aroma/cheiro e cor dos mesmos.

Este período deve favorecer o desenvolvimento dos sentidos ao efectuar-se a ampliação alimentar, passando da sucção à colher, o que permitirá saborear melhor e mudar a textura, passando de líquido a triturado e, posteriormente, quando já tiver dentes, esmagados ou cortados em pedacinhos pequenos; Desta forma, por volta dos 18 meses a criança é capaz de conhecer os alimentos básicos e os gostos fundamentais: doce, salgado, ácido e amargo.

O que é o período de maturação digestiva?

É o período durante o qual todos os mecanismos fisiológicos e imunitários vão amadurecendo, até alcançarem níveis cada vez mais eficazes, que permitam chegar a uma diversificação completa da alimentação.

Com a diversificação alimentar como são as fezes do bebé?

Quando o bebé começar a comer os alimentos sólidos, as suas fezes ficarão mais sólidas e de cor variável. Devido aos açucares e gorduras terão um cheiro mais intenso. Ervilhas e outros vegetais verdes poderão transformar as fezes na cor verde escuro, beterraba poderá dar cor vermelha ás fezes e urina.

Se as preparações não forem bem passadas, as fezes poderão conter pedaços de alimentos mal digeridos, sobretudo a casca das ervilhas, milho, pele de tomates e outros vegetais.

Sendo tudo isto normal, mas estando o seu sistema digestivo imaturo, necessita de tempo até processar inteiramente estes novos alimentos. Se as fezes forem em grande quantidade, aguadas, cheias de muco, poderá ser indício do tracto digestivo irritado, nesse caso reduzir a quantidade de sólidos e lentamente aumente a tolerância.

Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]