O que os pais que têm um filho enurético devem saber

É importante lembrar que a culpa não é da criança, nem dos pais. Ficar zangado ou castigar a criança apenas vai agravar a situação. Apoiar ou incentivar o esforço do filho enurético em manter-se seco ajuda realmente a superar o problema.

Procurar alguma ajuda acelera o processo, poupando o sofrimento e a angústia da família.

Conselho aos Pais com um filho enurético

Como os pais podem ajudar

  • Para a Enurese Noturna ser ultrapassada, é preciso que a criança esteja motivada a melhorar. Mas não só, pois a colaboração dos pais é de extrema importância. E para ajudar a criança, para além de a levar ao médico, os pais devem:
  • Alterar os hábitos prejudiciais, como beber líquidos antes de ir para a cama;
  • Lembrar à criança de fazer chichi antes de se deitar;
  • Não falar com outras pessoas sobre este assunto quando o filho está presente;
  • Não envergonhar ou castigar a criança;
  • Incentivar o filho enurético. Este incentivo pode ser feito através de várias brincadeiras. Como por exemplo um jogo onde a criança, num cartaz com os dias da semana, cola uma cara sorridente quando não faz chichi, ou uma bola amarela quando faz;
  • Certificar-se que a criança toma banho de manhã, para evitar o desagradável odor a urina que o “denunciaria” entre os colegas na escola;
  • Ajudar a criança a responsabilizar-se pela sua Enurese, nomeadamente deixando-o participar na discussão do problema, assim como na tomada de decisões;
  • Deixar e incentivar a criança a ajudar na muda da cama e do pijama, pois tal ajudará a criança a ultrapassar o problema e a participar na resolução do seu problema.
  • Remover sentimentos de culpa e mostrar à criança que a Enurese é uma situação frequente e que atinge outras crianças;
  • Fazer com que a criança faça “exercícios” da bexiga, como seja tentando fazer um intervalo cada vez maior entre a vontade e a ida à casa de banho;
  • e ainda ensinar o enurético a controlar o jacto urinário, aprendendo a interrompê-lo.
  • Evitar a utilização de fraldas, o que provocaria um retrocesso na criança.

Mas a maior ajuda que os pais podem dar é levar o filho enurético ao médico!

Alertas se tem um filho enurético

  • A Enurese Noturna afeta cerca de 80.000 crianças entre os 5 e os 14 anos
  • A Enurese não é uma doença, mas uma disfunção fisiológica e afeta a autoestima da criança
  • A criança enurética nunca o faz de propósito ou por preguiça
  • A criança nunca deve ser culpabilizada ou punida
  • A Enurese Noturna pode e deve ser tratada
  • Aos primeiros sintomas, os pais devem levar a criança ao médico de família ou pediatra

Consultas de Enurese:

  • Hospitais/Serviços/por região:
  • Hospital Dona Estefânia
  • Hospital de São João
  • Hospital Pediátrico de Coimbra
  • Hospital de crianças Maria Pia – Porto
  • Hospital de Santa Maria
Classificação
A sua opinião
[Total: 1 Média: 5]